sábado, 28 de março de 2015

Alma improvavelmente dolorosa [Conto], de Andreia Silva - Opinião


Opinião:
O conto inicia-se com a personagem principal a informar-nos que naquele dia, faz precisamente um ano que uma pessoa importante partiu deste mundo, e em seguida começa a relatar as lembranças passadas. Conta-nos que toda a sua vida sentia dores no que dizia ser a alma, mas naquele dia foi uma dor diferente que a fez dirigir-se ao hospital, e foi ali que o viu chegar...em coma.
A narrativa passa então a ser acerca das memórias de quando travaram conhecimento, e do dia fatídico no hospital. Apenas estiveram juntos 24 horas, mas um dia foi suficiente para ela se apaixonar. 
Esse sentimento foi como um elixir que acalmava a sua dor, e foi aí que ela entendeu que a dor alimentava-se de amor, por isso ela quis ficar perto dele, quis saber informações acerca do seu estado. Foi então que se cruzou com outra pessoa e assim descobriu que ele nunca tinha sido verdadeiramente seu, apenas da sua dor.
Achei a história interessante mas creio que poderia ter sido um pouco mais aprofundada nalguns aspectos. Como o dia que se conheceram, para ela teve grande impacto, percebe-se que teve realmente muita importância pois foi como surgiu a sua paixão, mas não nos é "mostrado" de que forma, e achei muito vaga a descrição do mesmo.
À medida que a história é contada, acaba por levar-nos por diversos estágios do luto cada qual doloroso à sua maneira, e é-nos transmitida com muito realismo a dor da personagem.
Apreciei o facto da autora ter escrito acerca do que a ausência de amor pode fazer com uma pessoa, que isso pode ter repercussão na vida, ou mesmo na qualidade de vida de alguém. Ficou patente que no final de contas, a ausência de amor pode ser um fardo demasiado pesado para a alma.
O conto encontra-se online, e está disponível gratuitamente aqui.

segunda-feira, 23 de março de 2015

Desejo [Anjos caídos 2] de J.R. Ward - Opinião

Título original - Crave
Saga: Anjos Caídos #2 / Fallen angels #2
Editora: Quinta essência
Sinopse: Isaac Rothe é um assassino, desertor do exército e por isso, manter-se nas sombras é a única maneira de sobreviver. Ao fugir do seu antigo chefe, é preso e o seu futuro fica nas mãos da bela defensora oficiosa, Grier Childe. A forte atração que existe entre eles pode ser fatal.
Continuando a sua missão, Jim Heron deve salvar a alma desse soldado. E, ainda, enfrentar um jogo sexual perverso com o demónio Devina. O desejo dela por Jim levará ambos a um caminho sem regresso, onde apenas um deles poderá vencer.
Isaac deve decidir se o soldado que existe nele é capaz de acreditar que o amor é a melhor arma para vencer esta batalha e livrar-se do seu passado sombrio.


Opinião:
[Contém spoilers] Deus aborreceu-se e assim começou uma guerra pelas almas, travada entre anjos e demónios, que continua em "Desejo". Se não conhecem a saga, recomendo que leiam "Cobiça", o inicio de tudo, com certeza irão apaixonar-se pela história.
O segundo volume traz-nos novos personagens que estão relacionados com a encruzilhada, desta vez sem ajuda para o Jim, que terá que descobrir sozinho quem é a alma em jogo. Até agora o placar marca como resultado Céu 1 - 0 Inferno.
Jim é um homem que encerra em si tanto de bom, como de mau, e por isso foi o eleito para ser o jogador a travar a batalha. Apenas ele pode influenciar as almas em jogo e esperar que façam a escolha certa, ao se depararem com a encruzilhada. 
Surgem novamente os nossos conhecidos Adrian e Eddie, bem como os seus superiores, os quatro poderosos arcanjos. Aparecem novas personagens directamente relacionados com a encruzilhada, como Grier e outras relacionadas com o passado militar do salvador, como o seu superior Mathias (que o deixou ir embora) e o seu colega Isaac, um desertor a tentar sobreviver.
Contudo, agora Jim é um recém anjo e está a jogar para a casa, o que deixou o demónio Devina irritada, e ainda com mais vontade de "fazer batota". Esta nova condição presenteou o protagonista com um par de asas e novas habilidades, que o ajudarão na sua missão.
O livro segue a mesma linha que o anterior no que envolve as personagens "secundárias", que acabam por ser o foco de cada volume, no que concerne ao romance e à relação com a alma em jogo. Este título proporcionou-me uma leitura agradável e viciante, com momentos repletos de acção, suspense, mistério, sensualidade e romance, mas que centrou-se mais no casal em questão neste volume, passando o Jim a desempenhar um papel um pouco mais secundário.
Impressionaram-me as cenas violentas e maléficas relacionadas com a Devina, e palpita-me que a jovem sacrificada que o Jim encontrou no primeiro livro, a Sissy, irá ter algum relevo futuramente, nem que seja apenas na vida do anjo.
Após uma magnifica estreia com Cobiça, J.R. Ward continua a deslumbrar-nos com mais um exemplar fantástico da saga Anjos Caídos. Não vão querer perder esta saga. Aconselho vivamente! Adorooooo :D

terça-feira, 17 de março de 2015

Destinada [HoN 9], de PC Cast e Kristin Cast - Opinião

Título original - Destined
Saga: A Casa da noite #9 / House of Night #9
Editor: Saída de Emergência
Sinopse: A Casa da Noite aguarda-te. Um local cheio de perigos e segredos onde os jovens marcados têm dois destinos: ou se transformam em vampiros ou morrem destroçados. 
As forças da Luz e das Trevas colidem numa luta épica que se desenrola na Casa da Noite. Zoey está finalmente na casa onde pertence, protegida por Stark, o seu Guerreiro Guardião, e preparada para enfrentar Neferet de uma vez por todas. Kalona libertou o seu domínio sobre Refaim e, através do dom da Deusa, ele e Stevie Rae poderão finalmente estar juntos - mas apenas se Refaim se mantiver no caminho da Deusa e se afastar da sombra do seu pai. 
Mas estará Zoey verdadeiramente em segurança? Conhecerá mesmo todos os seus amigos? E conseguirá o amor triunfar ao ser testado pela própria alma da Escuridão? Venham descobrir em mais um volume da Saga da Casa da Noite o destino que aguarda Zoey…


Opinião:
[Contém spoilers] Mais um livro que começa com as personagens em luto, com uma componente emocional pesada. Durante a criação da arma de Neferet, o sacrifício utilizado não era 100% puro, o alvo era a avó Silvia, uma nativa cherokee mas a impaciência da vilã levou a melhor, e o sacrifício acabou por ser a mãe da Zoey, Linda.
Simultaneamente, Nyx intervém de forma a aproveitar a lacuna ocorrida na formação do receptáculo/veiculo, e uma das personagem falecidas tem a oportunidade de optar por regressar à vida (podendo ajudar "os bons") ou permanecer no Outro mundo (em paz). Feita a escolha, isto faz com que a criatura denominada Aurox, contenha uma alma e eu simplesmente adorei o acontecimento!!! Essa reviravolta, representa a esperança de que afinal nem tudo está perdido. :) [MEGA SPOILER] É assim que o nosso adorado Heath reentra novamente na história! Yey! é das minhas personagens preferidas :D
A Zoey conta a verdadeira versão dos acontecimentos ao Alto conselho, e elas enviam Thanatos, uma vampyra com afinidade com a morte, para averiguar os factos. Para tal, esta oferece-se para efectuar um ritual de revelação, no local da morte da mãe da Zoey. É claro que a Neferet não quer ser apanhada e recorre a Aurox para tentar impedir o ritual. Jesus, quanta emoção!!
Reposta a verdade, Thanatos torna-se a nova Sumo Sacerdotisa da escola de Tulsa.
Confesso que surpreendeu-me bastante o juramento que Kalona prestou no final do livro, veremos o que irá acontecer doravante. Aguçou-me a curiosidade e a expectativa para o volume que se segue. Espero que a trégua contra Neferet se mantenha.
Neste volume, é introduzida uma nova personagem Shaylin que é marcada pelo Erik com uma lua vermelha. Achei isso estranho mas ao mesmo tempo, super interessante e também o facto de ela ter recuperado a visão, e de ela ter aquela afinidade, que é extremamente rara, deixando no ar a ideia que deverá ser importante futuramente. Tirando isto, fiquei parva com o que evidencia ser uma quebra entre o elo das "gémeas", tudo porque Shaunee mostra empatia com a situação de Refaim...espero que tudo se resolva. Aguardo ansiosamente pelo décimo volume e aconselho novamente a saga :)

terça-feira, 10 de março de 2015

Harry potter e o cálice de fogo [Harry Potter 4], de J.K. Rowling - Opinião

Título original - Harry Potter and the goblet of fire
- Autora inglesa
Saga: Harry Potter #4
Editora: Editorial Presença
Sinopse: Harry Potter nem quer acreditar na sua sorte! Afinal não vai ter de aturar os Dursleys até ao início do seu quarto ano em Hogwarts. Graças à taça Mundial de Quidditch vai passar os últimos quinze dias de férias na companhia dos Weasleys e do seu amigo Ron. Mas a verdade é que nem tudo vai correr pelo melhor para o nosso herói. Quando Harry começa a sentir a sua cicatriz a doer terrivelmente, sabe que Lord Voldemort está de novo a rondá-lo e a ganhar poder. A marca da morte, que apareceu no céu, não pode significar outra coisa...Entretanto, este é um ano muito especial para Hogwarts, pois é lá que se irá realizar o célebre Torneio dos Três Feiticeiros, no qual Harry vai desempenhar um papel decisivo e que quase lhe irá custar a vida!! Pela segunda vez, Potter vê-se frente a frente com Voldemort, e ele sabe que o maior desejo do poderoso senhor das trevas é vê-lo morto...

Opinião:
Uma "nova" sequela e a autora mantém-nos colados às folhas com mais uma fantástica aventura, repleta de magia e encanto. Começa o quarto ano na escola de Hogwarts e com ele o torneio dos três feiticeiros, que através de uma competição saudável para maiores de 17 anos, elege um vencedor. Os nomes dos candidatos é colocado no cálice de fogo, e o próprio selecciona o melhor aluno das três escolas participantes. Contudo, no momento da revelação dos eleitos, um quarto papel surge com um nome: Harry Potter. 
Alguém inscreveu-o sorrateiramente, e apesar da idade insuficiente e de possuir menos conhecimentos, agora ele não tem outra hipótese senão participar. Esta situação gera inveja por parte de Ron, e os amigos passam grande parte do tempo sem se falarem! Criaturas incríveis são relatadas e as provas são duríssimas, como irá o nosso herói enfrentar os desafios?
A marca da morte depois do jogo de quidditch gera o caos total, e o significado não deixa margem para dúvidas, o Voldemort está de volta.
Este livro dá um novo fôlego à história com a entrada de personagens novas, ainda que muitas estejam apenas de passagem, e ainda temos um novo professor de Defesa contra artes negras (mais um! risos). Partiu-me o coração aquela morte desnecessária no final, foi tudo tão rápido, tudo tão frio e desapegado, apenas porque a personagem estava no lugar errado, à hora errada.


Outras capas:

sábado, 7 de março de 2015

TAG Liebster Award

A TAG Liebster Award foi criada com o intuito de dar a conhecer novos blogues e a nomeação surgiu através da administradora do blogue So Many Things I Like para responder à mesma. Esta TAG consiste em 6 passos:
  1. Escrever 11 factos sobre ti próprio.
  2. Responder às perguntas que te colocaram.
  3. Nomear 11 blogs com menos de 200 seguidores.
  4. Fazer 11 perguntas a esses blogs nomeados.
  5. Colocar a foto da Tag Liebster Award no post.
  6. Enviar o link do post a quem te nomeou.

11 Factos sobre mim:

1. Gosto de ler, mas tenho preferência pelo género fantástico/romance sobrenatural.
2. À excepção dos livros que eram obrigatórios para o plano curricular, comecei a ler por gosto, na altura que me ofereceram o primeiro livro do Harry Potter.
3. Não sigo o novo acordo ortográfico, principalmente por ainda não ter "parado" para ver com olhos de ver, e aprender as alterações, mas também porque não aprecio.
4. Não tenho vícios, mas por vezes há alturas que me dá uma mega vontade de ver ou fazer algo, e fico temporariamente "sob adição". Por vezes isto repete-se de tempos a tempos, acho que tem a ver com a época da vida e o estado de espírito, ou então se alguém me recomenda algo e adoro. Por exemplo, ver animes, ler mangas...acredito que existem mais de vocês na mesma situação :p :)
5. 
Aprecio imenso os convívios familiares, são muito bons <3
6. Gosto de dormir até tarde nos fins de semana (sabe tão bem!), mas não tenho tido muitas oportunidades. 
7. Adoro comida italiana, simplesmente não me canso de massa.
8. Ainda tenho a minha PS one!!
9. Adoro conhecer novos sítios, gostava de viajar muito para conhecer novas culturas.
10. 
Adoro estar na net sem fazer nada em particular.
11. Perco-me com chocolate.


Perguntas colocadas:
1. Como surgiu o teu blog? Qual a ideia que o gerou?
Na verdade, a ideia do blog surgiu por acaso. Via tantos e inclusive sigo alguns, e tinha curiosidade, achei que ia ser giro fazer um e partilhar este meu gosto com outros. É claro que também funcionou de modo a me organizar em termos dos livros que ia lendo, e ainda permite-me mais facilmente fazer os desafios literários a que me propus.
2.Tens algum objectivo para 2015?
Para 2015 gostaria imenso de arranjar um emprego dentro da minha área de formação, cá ou no estrangeiro.
3. Quais os teus passatempos favoritos?
Os meus passatempos são: ler, escrever no blogue, assistir filmes (tanto em casa como no cinema), navegar na internet.
4. Qual a situação mais divertida que já te aconteceu?
Não me lembro de nenhuma em particular.
5. Imagina que tens a oportunidade de falar com a/uma pessoa que (mais) admiras mas só podes dizer uma frase? 
O que dirias e quem seria essa pessoa? Essa pessoa seria a minha mãe, que é quem mais admiro e diria amo-te <3
6. Que filme/música/livro mais te marcou até hoje?
Que pergunta difícil! Não sei precisar mas talvez o filme frequência.
7. Com que famoso gostarias de sair para um encontro romântico?
Gostaria de sair com o Adam Levine.
8. Do que tens mais medo?
Baratas.
9. Diz algo que nunca serias capaz de fazer?
Pedofilia.
10. Qual o teu maior sonho?
Constituir família e ser capaz de providenciar o que necessitarem.
11. O que dizem os teus olhos?
Que por trás de um sorriso, nem sempre há alegria. A vida nem sempre é fácil mas devemos encarar as dificuldades sem desistir.


Os blogs que vou nomear são:


As perguntas são:
1.Qual o autor que gostavas de conhecer?
2. Que livros andas a ler actualmente?
3. Qual é a tua saga preferida?
4. Normalmente prefere-se ler o livro e depois ver o filme, mas já fizeste o contrário? Se sim, em que situação?
5. Escreve a primeira música que te veio à cabeça.
6. Qual é o pais que mais gostarias de conhecer? Por que motivo?
7. O que farias por amor?
8. Se fosses para uma ilha deserta, que levarias (lista até 6)?
9. Qual é o sonho da tua vida?
10. Qual é o teu prato preferido?
11. Quanto tempo achas que sobreviverias sem o teu telemóvel?

quinta-feira, 5 de março de 2015

After Dark - Os passageiros da noite, de Haruki Murakami - Opinião

- Autor japonês
Editora: Casa das letras
Sinopse: Por uma noite, Murakami leva-nos com ele através de uma Tóquio sombria, onírica, hipnótica. Um deslumbrante romance perpassado de uma singular atmosfera poética, na fronteira entre a realidade e o universo fantasmático, onde cada pormenor, olhado retrospectivamente, faz sentido. 
Num bar, Mari encontra-se mergulhada num livro, enquanto bebe o seu chá e fuma cigarro atrás de cigarro. Às tantas, entra em cena um músico que a reconhece. Ao mesmo tempo, encerrada num quarto, Eri, a irmã de Mari, dorme com os punhos cerrados, sem saber que está a ser observada por alguém. 
Em torno das duas irmãs desfilam personagens insólitas: uma prostituta chinesa vítima de agressão, a gerente de um hotel do amor, um técnico informático, uma empregada de limpeza em fuga. Sucedem-se acontecimentos bizarros: um aparelho de televisão que, de um momento para o outro, começa bruscamente a funcionar, um espelho que conserva os reflexos. 
Em Tóquio, durante as horas de uma noite, vai desenrolar-se um estranho drama...


Opinião:
Este é um título de literatura contemporânea, que demarca a minha estreia com o autor, e foi-me recomendado por uma fã. Devo dizer que não costumo sentir atracção por este género literário, mas este ano decidi-me a experimentar, facto comprovado pelo desafio Diversidade literária. Por ser um autor japonês, também me permite realizar o terceiro tópico do meu TBR Jar challenge: * Ler um livro de um autor que não seja europeu nem norte-americano.
A personagem principal Mari está a ler um livro num café pela noite dentro, reencontra um rapaz que toca numa banda. Sob a indicação deste, a gerente de um love hotel vai buscá-la para falar chinês com uma prostituta encontrada a sangrar, e descobrem que foi espancada por um homem. Entretanto, as funcionárias do hotel descobrem o agressor através das câmaras de video vigilância, e entregam fotos ao homem que veio buscar a prostituta, em jeito de não o deixar ficar impune. 
Paralelamente, somos informados que a Eri, a irmã da Mari, está a dormir num quarto e está a ser observada pelo "homem sem rosto", através da televisão. Passado algum tempo, a Mari vai para outro café, dirigindo-se à casa de banho, vê-se ao espelho e sai, contudo o seu reflexo persiste. Mais tarde, o mesmo acontece com outra personagem. 
Passei a maior parte do livro curiosa com toda a situação à volta da Eri, finalmente descobrimos, mas ficou por esclarecer a origem da decisão, e o significado das cenas do homem sem rosto e do próprio evento que se sucede com ela, o que dá o mote para as interpretações de cada um. De igual modo, também achei que ficou pendente o castigo ao agressor e a explicação dos reflexos persistentes, pensei que iria ser algum tipo de episódio sobrenatural, mas não houve grandes desenvolvimentos. 
Apreciei a parte final, após a reflexão e troca de opiniões da Mari com os outros intervenientes. Aquando da aproximação dela à Eri, na minha opinião, fica no ar uma possibilidade de resolução do problema (não quero estragar o livro para quem ainda não o leu).
Muitos aspectos são-nos revelados pela descrição do autor, sob a perspectiva de uma câmara de filmar, como se ele fosse um "camera-man" e nós tivéssemos acesso directo às imagens. Outras situações, são descritas normalmente, tendo eu admirado particularmente, a caracterização de Tóquio à noite :)
A história do livro decorre ao longo de uma noite e verifica-se que de uma maneira ou de outra, o destino das personagens está interligado de algum modo. Um facto interessante deste título, na mudança de capítulos aparece sempre um mostrador de horas, um relógio que nos indica sempre a hora a que decorre a acção.

domingo, 1 de março de 2015

[2015] TBR Jar challenge 3

Olá! Decidi-me a tirar o terceiro papel do meu TBR Jar challenge, e vim cá anunciar o contemplado. Já sabem que podem sempre se juntar a mim nos desafios :)
O vencedor é...



* Ler um livro de um autor que não seja europeu nem norte-americano

*Challenge acepted!*

Para ver o progresso dos desafios, basta ir ao separador Desafios literários, logo abaixo do nome do blogue, que serão remetidos para o seu respectivo link.

Despertada [HoN 8], de PC Cast e Kristin Cast - Opinião

Título original - Awakened
Saga: A Casa da noite #8 / House of Night #8
Editor: Saída de Emergência
Sinopse: A Casa da Noite aguarda-te. Um local cheio de perigos e segredos onde os jovens marcados têm dois destinos: ou se transformam em vampyros ou morrem destroçados. Exonerada pelo Alto Conselho dos Vampyros, Neferet jurou vingança contra Zoey Redbird e o domínio que exerce sobre Kalona é apenas um dos planos que pretende usar contra ela. Mas Zoey encontrou refúgio na Ilha de Skye e está a ser treinada pela rainha Sgiach para tomar o seu lugar. Haverá algo melhor do que a ideia de se tornar uma rainha? Porque desejaria voltar para Tulsa? Após a perda de Heath, Zoey nunca mais foi a mesma e a sua relação com o guerreiro Stark também poderá nunca voltar a ser igual…E conseguirão a vampyra Stevie Ray e Refaim continuar juntos? Este recusa ser usado contra ela, mas que escolha tem quando ninguém, nem mesmo Zoey, aprova a relação entre ambos? Irá Refaim trair o seu pai ou escolher o seu coração?

Opinião:
[Contém spoilers] Após um sétimo volume atribulado, a Zoey conseguiu recuperar a sua alma estilhaçada e regressou do Outro mundo. Passados esses momentos complicados, ela e o Stark decidem ficar na ilha de Skye indefinidamente, onde ele fica em convalescença e ela se encontra em aprendizagem com a rainha Sgiach. A rainha oferece-lhe uma pedra vidente que apenas reage a magia de antanho e a Zoey conseguiu usá-la, mas não sabe como. Após sofrer aquela perda tão grande, ela sente que não há nada que a prenda a Tulsa, mas depois de percepcionar escuridão na ilha, ela sabe que já não pode mais fugir da sua vida, e que tem que regressar. Isto acontece por intervenção da Neferet, que recorre à escuridão e usa como pagamento a morte de uma personagem, o que me deixou mesmo triste.
Devido à divida de vida saldada por Kalona, este agora consegue entrar na mente do Stark e desta forma, consegue espiar algumas coisas e até mesmo tomar o controlo. Ele também consegue perceber que o juramento que tinha com Neferet está sem efeito.
No funeral da personagem, a Neferet consegue atrair Refaim e acusa-o publicamente de ser aliado da escuridão, juntamente com Stevie Rae por esta ser aliada dele, e ordena as suas mortes. É então que Kalona interfere e concede a liberdade do seu filho favorito, que agora escolheu o caminho da luz. Nesta altura, aparece Nyx que afirma perdoa-lo, e concede-lhe a forma humana de noite, mas diz que durante o dia ele regressa à forma de animal (corvo), como consequência das atrocidades cometidas. Uma vez que este não é inteiramente aceite na casa da noite, Zoey e os colegas decidem novamente mudar-se para os túneis.
A sede de poder de Neferet é tão intensa que ela conspira com o touro branco, para que possa ter sob seu controlo total uma espécie de receptáculo metamorfo, uma arma letal. É claro que tamanha demonstração de poder requer um enorme sacrifício, e é assim que temos outra morte emotiva na parte final do livro! Um desfecho emocionante de mais um livro espectacular, e mais uma demonstração do talento das Cast. 
Ao ler este volume, que agora parece evidenciar sinais de mudança no rumo da história, parece-me que houve uma transição no enredo e que este receptáculo pode alterar o curso de alguns eventos. A maldade de Neferet parece não ter fim, e isso está patente neste livro, o que acaba por ser um regalo para o touro branco. Adorei acompanhar o florescer da relação da Zoey com o Stark, foi giro ler acerca do colocar da fitinha na árvore e do que representa. Também gosto bastante de acompanhar os excertos relacionados com os casais Stevie Rae - Refaim, e Afrodite - Dário. Adorei ler este volume e definitivamente aconselho :)